Reflexão sobre o Dia das Crianças!

Confiram este vídeo com uma reflexão sobre o Dia das Crianças!

Famoso momento sazonal em que o comércio vende demais! Filas e shoppings lotados. Pais enlouquecidos e crianças pulando de empolgação. A ideia deste vídeo não é jogar um balde de água fria no Dia das Crianças. A intenção é gerar algumas reflexões!

#2 CONSUMO
Queremos dar o mundo para os filhos. Realmente é um momento mágico. Eu já fui criança, rsrsrs, e queria mostrar para os colegas o que tinha ganhado, curtir o brinquedo todo o dia. Mas não faça loucuras em termos financeiros. O mundo não vai acabar no dia 12 de outubro. Converse com o seu filho (mesmo se for um bebê de 2, 3 anos). Fale na real: “O papai e a mamãe não têm o dinheiro para comprar o Avião Plaster Mega Hiper. Vamos lhe dar um presente especial, topa escolher outro?” Com isso, fortalecerá a conexão da família, a criança amadurecerá e saberá que tudo tem o seu tempo e passará dar valor às coisas. O presente mal dado agora vai refletir na vida da criança. Quando você puder dar e a criança estiver se comportando bem, você compra. E se um dos familiares puder dar o tal avião top??? O PAI e a MÃE precisam conversar. Aceitar ou não. Imagina ter que escutar: “Vocês não me dão, mas fulano me dá”. Quebra tudo… Esse ponto delicado. Pai e mãe decidem!

#3 PARA FECHAR ESTE TEXTO…
O último e mais importante dos pontos: o melhor presente do Dia das Crianças é o amor e atenção. Reflita e mude se você estiver distante do seu filho mesmo morando na mesma casa. Transforme esse dia comemorativo em um marco! Largue o smartphone e vá brincar com o seu filho no chão. Jogue as planilhas para o alto e viva o seu filho (não peça demissão, apenas dê 100000% de atenção ao seu filho nos 5 minutos em que você pode). Este é o maior presente e que será dado todos os dias do ano e para vida toda. Ao contrário de um brinquedo que tem prazo de validade.

The following two tabs change content below.
Bruno M. Santiago

Bruno M. Santiago

Sou o Bruno, apaixonado pela esposa, Tereza, enlouquecido pela oportunidade de ser pai do Samuca. Com este sentimento inexplicável, decidi criar uma rede formada por PAIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This